domingo, 28 de outubro de 2012

Resenha: EQUINÓCIO de Lu Piras



Olá amores! 
Hoje venho aqui pra falar de um livro que foi inspirado nos anjos e abençoado por Deus. 
Sinopse: A cidade do Rio de Janeiro é o pano de fundo onde a estudante de medicina Clara vive sua rotina diária com a família e amigos. O que ela não imaginava é que tudo o que acreditava estivesse prestes a mudar, com a visita inusitada de um anjo. As força do mal ameaçam escravizar a raça humana e, para impedir, o anjo da guarda Nath-Aniel (Nate) vem à Terra, disfarçado de humano, para alertar sua protegida Clara de que sua vida está em risco. Proibido de agir em nome dos humanos e alterar seus destinos, o anjo acaba por se envolver demasiado quando revela a Clara que o pai dela, um renomado cientista, é o responsável pela descoberta que despertou as forças do mal: a fórmula da perpetuação da vida humana (criônica). Toda a missão da legião de anjos celestiais é colocada em risco quando Nate e Clara se apaixonam.

O que você achou de filmes como: Titanic, Ghost, Dirty Dance, Intimo e Pessoal, Cidade dos Anjos?

Lembra o que sentiu durante o filme? Diversos sentimentos né? Alegria, raiva, tristeza, aflição, ansiedade, quase morreu de rir ou de chorar e no final do filme, ou você saiu do cinema em prantos ou saiu realizada(o). E a única certeza que você teve, é que: PRECISAVA DESESPERADAMENTE VER AQUELE FILME NOVAMENTE, seja numa nova sessão de cinema, em DVD ou na Tela Quente. Ficou marcado né?

Porque estou falando de filme quando tenho que falar de um livro? É a minha forma de descrever o que senti ao ler EQUINÓCIO de Lu Piras. Fechei o livro com a sensação de ter assistido um filme indicado ao Oscar e desejo desesperadamente ler a continuação. Sei que, quando lançar POLARIS, terei de re-ler Equinócio e quando sair RENASCER, terei de ler os dois primeiros volumes e quando lançar MISSÃO, estarei incumbida de ler os quatro volumes em sequencia!!!

Equinócio, é o primeiro livro de uma série de quatro romances sobrenaturais, foi criado em sequencia, assim evitando que se perdesse pelo caminho e saísse de seu foco. Lu Piras usou uma escrita deliciosa e de fácil entendimento, as descrições e detalhes foram necessárias e perfeitas, nada exagerada nem monótonas. Os personagens são bem descritos e diversificados, desde a patricinha até o bad boy, você ama todos eles. Os protagonistas não são nada melosos, existe uma batalha entre o coração e a razão que é travada por eles e nos envolve a ponto de esquecermos o que é certo, pra incentivar o "errado". Todo o clima sombrio da história, está por conta de seres demoníacos e a obsessão do homem que quer brincar de Deus. A Diagramação está impecável, a cada capítulo iniciado, temos uma delicada pena desenhada e acompanhada por trechos tirados de livros famosos.

A história é narrada por Clara (a personagem principal) uma jovem de 21 anos que mora com seu pai Maurício Chevallier, sua irmã Olivia e a babá/governanta Maria, onde juntos, tentam viver em harmonia mesmo após a morte de sua mãe Beatriz da qual abalara a estrutura emocional da família Com o passar do tempo, a dor é amenizada pela rotina diária, como idas a escola, encontros com amigos, trabalho e quase caindo em esquecimento, "quase".

Até que um dia seu pai revelou um segredo à Clara que mudaria tudo, inconformado com a morte de sua mãe, Maurício um renomado cientista iniciou às escondidas uma experiencia de nome "Criônica" que é nada mais que, um processo onde congela-se um cadáver para preservá-lo a fim de reanimá-lo, ou ressuscitá-lo futuramente. É claro que Clara ficou estarrecida com o segredo, tal notícia vai de contra a seus preceitos, ninguém tem o direito de brincar de Deus, é imoral, ilegal, anormal!

Tal atitude impensada atrai atenção de seres sobrenaturais, Clara é visitada por um anjo, seu anjo da guarda Nath-Aniel, ou apenas Nate, com seus olhos verde-esmeralda, pele clara e cabelos longo e dourados, exalando delicioso cheiro de jasmim, carrega consigo um olhar triste e más notícias. Nate vem a ser também o anjo da guarde de Dr. Chevallier, sentindo-se obrigado a aparecer para sua protegida para precavê-la dos perigos a espreita e protegê-la, trava uma luta contra o mal e o pecado. A situação fica mais complicada quando Clara percebe que está apaixonada por seu anjo, as visitas constantes que ele faz para livrá-la do perigo, torna seu envolvimento mais intenso e recíproco. 

Para este amor proibido coexistir, Nate terá que cair, abdicar de sua condição celestial e tornar-se mortal, um humano. Mas, Clara o ama tanto, que não consegue aceitar este sacrifício de amor, ela acredita que não há necessidade da renúncia, já que Nate possui um coração e sentimentos tão humanos quanto os seus, ele é diferente porque no fundo existe um propósito... A Salvação e o futuro da humanidade depende das decisões que Clara e Nate tomarem.

“_ Ah, Clara... - Ele suspira. - Você não quer mesmo entender. Como pode sequer supor que eu seja as duas coisas?


_É como eu vejo você.Como o equinócio,a tenuíssima linha imaginária que separa o dia e a noite em partes iguais.O dia e a noite convivem,mas nunca se encontram.Para que um se revele,o outro precisa se esconder.O instante em que isso acontece e os astros se cruzam é aquele em que você decide ser quem é.” 

pág. 246

Bom, devo ainda mencionar os personagens coadjuvantes, Olivia, irmã de Clara tem o seu papel importante na história, também é possuidora de um anjo da guarda e embora seja a caçula, ajudará Clara em diversos momentos

Maria é como uma mãe para as meninas, sempre presente, cheia de amor e preocupada. 
Dr. Chevallier, o que impulsiona seus atos visto como insanos e inapropriados é dor da perda e o amor avassalador que ainda sente pela esposa, sem pensar nas consequências, usa sua ciência para trazer de volta a amada, mas no fundo é um bom homem e ótimo pai.
Chris, melhor amiga de Clara, uma patricinha fofa e até engraçada, pois está a beira de um ataque de nervos com os preparatórios para o casamento com Gustavo.
Jessica e Marcus, também amigos de Clara, estão sempre presentes nos momentos difíceis. 
Rodrigo, irmão de Marcus, apresenta-se como uma pessoa e transforma-se em outra drasticamente, tem um ódio inexplicado por Jonas, filho do chefe do Dr. Chevallier. Jonas, um rapaz revoltado, sempre cercando Clara e aprontando algumas com ela, no fundo existe algo de estranho e diferente nele, que até o final do livro vai transparecendo e deixando algumas pistas no ar, um bad boy que vai mudar o rumo da história, também odeia Rodrigo.
Os Pagãos, liderado por Wotan, um grupo de góticos com comportamento estranho e isolados das demais pessoas. Irão deixar a sua marca mais para o final do livro.

Enfim, para finalizar, Equinócio é recheado de belas mensagens e exemplos.  O amor impossível é possível? Até onde vamos por amor? E as consequências, pensamos nelas antes de nossos atos? E a pergunta principal, Irá Nate cair por seu amor?

Equinócio é um livro feito com amor, para amar.

Muitíssimo indicado e amado!
Parabéns Lu Piras
Publicado pela Editora Dracaena

10 comentários:

  1. Oi Ni, tudo bem?
    Eu também já li Equinócio!! Não é fofo?
    Eu simplesmente amei o livro e não vejo a hora de ler a sua continuação!!!!!
    Parabéns pela sua resenha e sucesso à autora!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ni!

    Fui ali buscar um lencinho e voltei para comentar a resenha. Ler as opiniões dos leitores sobre Equinócio invariavelmente me emociona. Mas há algum tempo, confesso, eu não sentia o coração acelerado e os olhos embaçados pelas lágrimas.
    Obrigada por resgatar os sentimentos do lançamento de Equinócio em mim. Aqueles, únicos e incomparáveis, de ver o sonho se realizando... eu ainda hoje vejo aquelas fotos, você estava lá comigo. :) Nunca esquecerei.
    E agora, alguns meses se passaram, Equinócio está por aí, em muitas livrarias e prateleiras. E eu, que nunca pensei que fosse estar preparada para ouvir as impressões dos meus leitores, estou cada vez mais feliz e realizada.
    Muito obrigada pelas palavras e, mais importante, muito obrigada por viajar comigo nessa leitura e por tornar Equinócio seu livro de cabeceira durante a leitura, por traduzi-lo nesta resenha perfeita, com as suas belas palavras.
    Você mal pode esperar pelo abraço que vou te dar quando te encontrar da próxima vez.

    Beijocas,

    Lu

    ResponderExcluir
  3. Oi Nizete
    Lendo sua resenha é que vejo comoestou em falta coma Lu. Preciso tomar vergonha e postar logo a minha resenha.
    Que resenha de fazer a gente se emocionar e não é para menos que a Lu está aos prantos.
    Realmente Equinócio é um livro feito com amor por uma pessoa que é um amor.
    Parabéns amiga pela resenha e para a Lu por ser esse anjo que escreve divinaente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não li o equinócio, mas a capa é linda, a história parece ser maravilhosa e só tenho lido resenhas positivas sobre ele.
    Parabéns pela bela resenha

    Beijinhos
    Renata do blog Escuta Essa

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ni(zete)!

    Mag.ní.fi.ca a sua resenha! *Suspirei*... Amei! :)

    Sras&Srs... Aplausos! Aplausos! Muitos aplausos!!!

    "Ni", erudita das palavras: Bençãos "equinociais".

    Paz&Luz.

    ResponderExcluir
  6. Bela resenha Ni,

    a queridíssima Lu merece todo esse carinho dos leitores e blogueiros, pelo enorme talento que ela transborda em suas escrituras. Ela é a grande promessa de nossa nova literatura.Que venham as continuações de Equinócio.

    Beijos
    Edson Gomes

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Cidade dos Anjos é por assim dizer um de meus filmes preferidos tanto com Win Wenders, quanto ao pastiche americano, gosto dos dois, cada um a sua maneira. Comparar o livro a um filme é sempre arriscado, mas quando não temos palavras como fazê-lo né? Já cheguei a comparar o livro de Zafón ao filme Labirinto do Fauno. Não tinham muita ligação estética, mas o sentimento era o mesmo, apesar de serem veículos diferentes. Percebo a vontade de passar para a resenha este sentimento que tomou conta de ti após a leitura. Por tudo isso e exclusivamente por sua resenha apaixonada ele passou a ser uma de minhas prioridades. Bela resenha, ótima dica!

    ResponderExcluir
  9. Oi Ni!
    Eu estou louca para ler Equinócio. Eu vejo todo mundo falando bem do livro e, a cada nova resenha, a vontade só aumenta.
    Tenho certeza de que vou me apaixonar por Nate *--*
    Parabéns pela resenha e parabéns a linda e querida Lu Piras, pelo excelente trabalho :)
    Beijos ;*
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ni sua linda, que resenha foi essa eim?
    Amei, eu já tinha lido outras resenhas de Equinócio e tinha amado, mas agora fiquei simplesmente apaixonada pelo livro, e olha que ainda nem li o livro viu.
    Mas a estória parece ser bem do tipo de livros que eu gosto, eu sou muito fã do mundo sobrenatural, quer seja anjos, quer seja monstros... Eu amo!
    Então sendo assim, estou super afim de ler esse livro. E sem falar que é brasileiro né, que não são os livros mais procurados hoje em dia, e que eu acho o maior absurdo, porque temos tantos bons escritores e escritoras no nosso Brasilzão. Então é isso linda, eu to super afim de ler esse livro, super afim mesmo!
    Bgs Ni, amo o Cia do leitor.

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor