segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Resenha - 72 horas para morrer - Ricardo Ragazzo

72 horas para morrer - Ricardo Ragazzo



Sinopse: Pior do que conhecer um Serial Killer, é um Serial Killer conhecer você! “O Carro pertence à sua namorada.” Com essas palavras, Júlio Fontana, delegado da pacata cidade de Novo Salto, tem a vida transformada em um inferno. Pessoas próximas começam a ser brutalmente assassinadas, como parte de uma fria e sórdida vingança contra ele. Agora, Júlio terá que descobrir a identidade do responsável por esses crimes bárbaros, antes que sua única filha se torne o próximo nome riscado da lista. 72 Horas para Morrer é uma corrida frenética contra o tempo, que prenderá o leitor do início ao fim.


Resenha: 

72 horas para morrer, de Ricardo Ragazzo, é o primeiro thriller do autor.

O livro inicia com o sequestro de Agatha e seu carrasco grava um filme com ela para enviar a seu namorado Julio, protagonista da trama. Julio é avisado por um de seus amigos de trabalho na delegacia que sua namorada foi sequestrada e ao chegar ao local onde o carro foi abandonado descobre um pen drive deixado pelo sequestrador constando um vídeo onde ele acaba encontrando uma pista para localizá-la.

Antes do sequestro de Agatha,um amigo de infância de Júlio chamado Miguel havia sido solto da prisão onde cumpriu pena por matar o primeiro amor de Júlio. A partir desse momento começam acontecer assassinatos com pessoas ligadas a Julio, que irá correr contra o tempo para descobrir quem está por trás de tudo isso e evitar que peguem a única pessoa que ama na vida, sua filha Laura.

Falando de Laura, não simpatizei com ela, uma menina que não se dá bem com o pai por culpá-lo pela morte de sua mãe, e faz de tudo para atazanar sua vida.
A história me prendeu desde a primeira página com muito suspense e reviravoltas. Ao final do livro temos uma mudança de estilo indo para o sobrenatural, que não me agradou muito, mas foi bem coerente e assustador, me causando até pesadelo.

Adorei a narrativa de Ricardo mesclando primeira e terceira pessoa, dando uma visão global e ao mesmo tempo conseguimos entrar ao fundo dos sentimentos do protagonista.
O livro tem muitas cenas fortes de assassinato, não recomendo para os que não têm estômago forte, porém recomendo a todos que gostem de suspense de tirar o fôlego.

Book Trailer
video

7 comentários:

  1. Oi :)
    Adorei a resenha mas infelizmente esse não é o meu estilo literário preferido. Não gosto de "sofrer" junto com o personagem e o fato de ter cenas fortes já faz com que eu passe bem longe. Afinal, qualquer coisa me impressiona. :/

    Beijinhos
    Books And Movies
    @BooksAndMovies_

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo o livro... terminando. heheh boa resenha

    ResponderExcluir
  3. Oi Danielle,
    eu gosto muito de livros policiais e com muito suspense. Mas sou do time da Jessica, o fato de terem cenas fortes, pesadas, não me agradam muito. Eu gosto mais do jogo, de tentar descobrir quem foi e me surpreender quando não descubro (até hoje acho que nunca descobri, risos...)
    Mas gostei da resenha e apesar disso, o livro parece ser muito bom.
    Beijos.
    Cila- Leitora Voraz.
    http://www.cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu já li muito coisa sobre o autor e sobre esse livro,mas nunca li esse e nem nada dele,preciso mudar isso... Sua resenha me deixou com gostinho de quero mais...

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da sinopse e fiquei bem interessada em ler!
    A capa e o book trailer também chamaram a minha atenção ;)
    Gostei!
    Parabéns sua resenha ficou ótima e me deixou ainda mais curiosa pra ler essa trama ;)

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros deste gênero, por isso mesmo meu interesse por este livro é tão grande.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor