domingo, 29 de dezembro de 2013

Resenha: O Demônio e a Srta. Prym - Paulo Coelho

O Demônio e a Srta. Prym
Paulo Coelho
Editora: Sextante
Páginas: 167
Sinopse: “Uma cidade dividida pela cobiça, a covardia e o medo. Um homem perseguido pelo fantasma de um passado doloroso. Uma jovem em busca da felicidade. São apenas sete dias, decisivos para que anjos e demônios lutem por aliados. Nesta longa e única semana, cada personagem fará seu pacto - Bem ou Mal?
A pequena Viscos, um vilarejo esquecido no tempo e no espaço, será o palco dessa batalha inquietante.
Ao receber o misterioso estrangeiro, a cidade se torna cúmplice de uma trama ardilosa, que marcará para sempre a história de cada um de seus poucos habitantes.
Ele veio de muito longe e precisa encontrar a resposta à pergunta que o atormenta - o homem é, em sua essência, bom ou mau?

O Demônio e a Srta. Prym é um texto emocionante em que a integridade do ser humano será terrivelmente testada.”

 Resenha:

“O mal precisava se manifestar para que entendam o valor do bem.”


“O demônio e a Srta. Prym” é o terceiro livro de uma série que o Paulo Coelho resolveu escrever sobre uma semana na vida de uma pessoa normal que, quando confrontada, é capaz de mudar completamente.

Viscos é uma cidadezinha de interior falida onde vivem pouquíssimos habitantes. A típica cidadezinha onde todos se conhecem e nada é segredo por muito tempo.

Nessa cidade vive a esperta e encantadora Chantal, uma jovem órfã que não teve muitas oportunidades na vida e, por isso, nunca foi capaz de sair da cidade como fizeram todos os seus amigos. Ao contrário, Chantal teve que largar os estudos e começar a trabalhar no hotel para sobreviver.

Mas a vida de todos está prestes a mudar. Quando um estranho misterioso chega à cidade. O homem foi atormentado por um passado tenebroso e, guiado por um demônio, resolve fazer um jogo sinistro para obter uma resposta que poderá libertar ou condenar sua própria alma - O homem seria em sua essência bom ou mau?

O estrangeiro encontra com Chantal, que cai em sua armadilha, e faz sua proposta à jovem e em seguida à cidade. Diante de uma grande recompensa uma pessoa deverá morrer.

Nesse momento Chantal se vê diante dos seus próprios demônios e enfrentá-los pode trazer a chance da liberdade que sempre desejou ou condená-la pra sempre.

Será que um crime será cometido? Quem é confiável? Será que a moça trairá o estranho? E quais seriam as consequências desse ato? O suspense vai do começo ao fim e os leitores se colocam no lugar da personagem garantindo uma leitura excelente.


Impressões adicionais:

Parabenizo a editora pela escolha dessa capa, pois de todas as que eu vi até hoje essa é, com certeza, a mais bonita. As letras tem um tamanho confortável para a leitura e a impressão foi feita em excelente qualidade em folhas de cor creme. O resultado físico final ficou ótimo.

O livro não tem a típica divisão por capítulos, mas deu muito certo. A leitura é super fluída e interessante com diálogos inteligentes e profundos.

Eu já havia lido esse livro, coisa de uns 10 anos atrás, e adorei fazer essa releitura. Em minha opinião, depois de “Verônika decide morrer” (que faz parte da mesma série de mudanças de vida em uma semana e até ganhou um filme), esse é o melhor livro do Paulo.

6 comentários:

  1. Oi,

    confesso que quando já vejo Paulo Coelho, saio correndo, pois tenho cisma com esses escritores muito famosos. Entretanto, sua resenha me chamou a atenção e me deu vontade de ver o livro, a trama parece muito boa. Ótima resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Piter, eu só li um livro até hoje do Paulo Coelho e gostei muito.
    Este livro não me chamaria atenção, não fosse pela sua resenha, que está impecável e muito estimulante. Dica anotada.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ate o momento só havia lido O Alquimista, achei magnífico, mas, sua dica ficará registrada já que gostei muito de sua resenha.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Piter, cara ótima resenha e de forma esclarecedora.
    Não li nada do Paulo Coelho ainda, acredito que começar por esse livro será a coisa certa a fazer.
    Valeu a dica.
    K37V1N

    ResponderExcluir
  5. OI Piter,
    tudo bem?
    Feliz 2014!!!!!!!!!
    Eu tive uma experiência com esse autor desagradável. Li um livro nos tempos de escola, quando só falavam nele, ele era a sensação, mas não gostei nem um pouco do livro.
    Quando vi no seu post que o livro era dele, confesso que comecei a ler já com pé atrás.
    Mas como são as coisas, não é verdade? Esse livro chamou minha atenção e achei a história interessante.
    Acho que daria uma nova chance para esse autor, graças a sua resenha.
    Beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acredita que somente agora, em 2017, tive um misto de vontade e oportunidade para lê-lo? Paulo Coelho escreve sempre de forma fácil e sabe prender a atenção (um pouco no estilo Dan Brown). Às vezes dá uma forçada de barra com suas teorias cafonas tipo "universo conspirando ao seu favor"....mas o livro me surpreendeu pela facilidade da leitura. É um bom livro pois é rápido e despretensioso (fora as teorias cafonas que de vez em quando surgem). Não esperem um livro pra mudar sua vida. Mas é um bom divertimento de fim de tarde (li me balançando em uma rede.... em uma tarde....durante meu retiro de carnaval pra fazenda da sogra). Recomendo.

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor