domingo, 13 de julho de 2014

Resenha Premiada: In Nomine Patris de Décio Gomes

Olá galera!

Vamos que vamos compartilhar de um livro sinistro de um jovem autor que tem mostrado uma habilidade incrível de nos fazer viver uma série de emoções deliciosamente perturbadoras!! rsrs

Desde o seu primeiro livro "Albertine", Décio mostrou seu talento na escrita, tive o prazer de compará-lo com o mestre Stephen King, pelo valor da obra, da trama, pela mistura bem dosada de suspense e terror, me fez delirar de satisfação. E agora ele repete a proeza em seu novo livro: In Nomine Patris

In nomine patris - Livro I
Décio Gomes

Jullian Bergamo é um padre missionário que realiza trabalhos para a igreja católica. Mas não um padre comum. Ele é um venator: um membro da igreja especialmente treinado para caçar e eliminar demônios. Após ser transferido de sua antiga comunidade para a cidadezinha de willinghill, Jullian depara-se com um caso singular: pessoas mortas levantando-se de suas tumbas e vagando livres pela cidade. Logo ele conhece a origem do problema: o Mormo, um terrível demônio necromante que possui cadáveres e os transforma em violentos mortos-vivos. Munido com sua fé e coragem, o jovem padre enfrentará um dos casos mais marcantes de sua trajetória como venator: eliminar o mormo, enquanto tenta sobreviver às hordas de mortos-vivos que farão de tudo para devorar cada pedaço de sua carne.

Adicione no Skoob


Resenha:

Quem leu "Albertine", livro do autor Décio Gomes, teve o prazer de conhecer Padre Jullian Bergamo, um missionário da igreja católica, respeitado e muito solícito, por suas obras e uma fé inabalável que transmite aos cristãos dos povoados que passa e algo mais...  

No livro "In nomine Patris", o primeiro de uma série, o nosso protagonista é transferido de sua antiga comunidade após completar seu ciclo paroquial de 665 dias e vai para outra cidade mais pacata, Willinghill para administrar a paróquia e servir como um bom pastor. 

Sendo que, por baixo dos panos existe um real motivo para sua mudança, Jullian é nada mais nada menos que um Venator, um exterminador de demônios. E sim, estava pra completar o ciclo, tempo limite que um Venator deve permanecer em um lugar, por motivos de segurança e força maior, mas o principal propósito de sua mudança para uma determinada cidade viria a ser outro, ele só não esperava encontrar o mais temível dos seres naquele novo lar.
"Venator: um servo da igreja católica responsável por livrar o mundo de toda e qualquer invasão vinda das profundezas dos infernos"
Na sua primeira noite na nova cidade, padre Jullian é chamado as pressas para ajudar um casal que precisava de seus cuidados, ao chegar na casa da família Mosley, depara-se com uma situação completamente irregular, única e medonha. Intrigado e um pouco assustado percebe estar lidando com um novo caso, uma nova espécie de demônio está a espreita, aterrorizando o povoado e desafiando sua fé.
Um Necromante, um Demônio poderoso que apodera-se de cadáveres e os transforma em mortos-vivos, levando-os a criar novas vítimas e formar um verdadeiro caos no povoado. Agora Padre Jullian munido de seus dons, coragem, perspicácia, fé e equipamentos próprios de um Venator, iria enfrentar um violento demônio e seus soldados sem alma e com muita fome de carne e vidas. Seres obscuros jamais deparados por um humano, deixariam rastros de destruição, desalento e dor.
Jullian não estaria totalmente só, teria a companhia de seu novo amigo George Mosley e a certeza de que Deus não os abandonaria... Mas, sua fé certamente seria testada. Estaria Jullian apto a enfrentar esse novo e poderoso demônio numa horrivel guerra do bem contra o mal?
"Eram três cães fortes, de pelo escuro e pernas compridas. Os típicos cães de caça de raça perdigueiro criados pelo povo daquela região. O que fez o coração do padre acelerar ao máximo, porém, foi a aparência cadavérica dos três animais. Tinham feridas abertas por todo o corpo, com pedaços de pele rasgada saltando por entre a pelagem; suas orelhas compridas pareciam corroídas, assim como as órbitas dos olhos que exibiam apenas globos oculares completamente brancos.

Eram como cães do inferno."

Impressões:

Quando o autor Décio Gomes anunciou em seu Facebook que estava escrevendo um livro sobre o personagem Jullian Bergamo, o padre de sua obra-prima "Albertine", fiquei deveras entusiasmada e ansiosa, porque este é um personagem peculiar que se destacou demais por conta de todo o mistério que envolvia sua vida antes de conhecer Albertine.
Ainda em seu primeiro livro, após folhear algumas páginas deparamo-nos com ganchos que nos faz desejar conhecer mais a vida do Padre Jullian, Décio recebeu de seus leitores inúmeras solicitações para a criação de um livro especialmente dedicado ao padre exorcista. E para a alegria da galera, eis que ele atendeu nosso clamor. Este é o primeiro livro de uma série, que será lançado a cada seis meses, onde em cada volume seremos apresentados a algumas aventuras de Jullian como Venator, caçador de demônios.
Ao receber o livro In nomine Patris do autor Décio Gomes, para leitura e resenha, senti que tinha em minhas mãos uma obra de tirar o fôlego. Ele já havia informado que o livro sairia um pouco da linha de Albertine em que o foco maior era o suspense, drama e terror. In nomine Patris é mais intenso e tem mais ação, sem deixar de citar o sobrenatural está mais predominante nessa nova história. 

A narrativa de Décio continua impecável, bem descrita e perfeitamente detalhada, claro, sem nos cansar com as descrições bem dosadas. Embora tenha apenas 132 páginas, foram o bastante pra impressionar e desejar conhecer mais aventuras do padre Jullian. 
A inclusão de mortos-vivos inicialmente nos contraria, você fica pensando que será mais um livro de zumbis, mas não se engane, tem coerência, ele encaixa esses seres na trama de uma forma tão espetacular que você não consegue imaginar a história sem eles!
Os personagens secundários tem sua importância, mas, não nos prendemos muito a eles, no entanto, não posso falar o mesmo dos personagens principais que dão um show a parte com o desenrolar da historia. E as cenas, (já vejo o livro como um filme) de ação são de arrepiar e saltar da cadeira. Ficamos temerosos e curiosos por saber como Jullian irá se livrar de tantos mortos-vivos em uma cidade de tão poucos habitantes, alguém sairia ileso nessa história quase impossível de acabar bem? 

Um livro fino, mas escrito com afinco de um pai zeloso e orgulhoso por sua obra. A qualidade física do livro, diagramação impecável, as incríveis ilustrações que nos ajudou muito no decorrer da leitura, onde nos dá a visão real dos fatos. Tudo isso, faz desse livro mais uma obra a ser aclamada por um publico sedento por boas historias.

Não é uma continuação de "Albertine", portanto, pode ler sem se preocupar de não ter lido o primeiro livro. É uma história nova, de um personagem de um ótimo livro.(Que também aconselho a leitura)

Quem foi que disse que no Brasil não encontra-se bons livros mesmo???

Décio, mais uma vez parabenizo-o por sua criação, uma obra que deve ser anunciada e espalhada aos quatro cantos do país e atravessar as fronteiras, mares, horizontes.

Indicadíssimo!


P.s.: A trilogia principal vai continuar com o foco nos personagens centrais. O segundo livro da trilogia sai ainda esse ano.


Resenha Premiada!


Olá novamente!
Um ótimo livro merece um belo sorteio concordam?

Para alegrar mais ainda a galera o blog Cia do Leitor em parceria com Décio Gomes, vamos sortear um exemplar de "In nomine Patris" + marcador + Kit Cia do Leitor para você! Que leu a resenha e deixou sua opinião aqui nessa postagem, nos comentários, logo abaixo. E claro, seguiu algumas regrinhas básicas.

Querem saber como? Leia com atenção e siga as regras:
  1. Seguir o blog Cia do Leitor (clique em participar deste site)→
  2. Curtir a página do livro no Facebook
  3. Comentar neste post
  4. Preencher o formulário para validar sua participação
a Rafflecopter giveaway

Resultado dia: 10/08/2014 aqui e nas redes sociais do Cia do Leitor
Sigam as regras e
BOA SORTE!

29 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ni..
    Quando vi a resenha em outros blogs não me atentei a ler as sobre o livro ... Porque achei que seria algo mais voltado a religião...
    Mas quando VC me chamou para ler a resenha.. Pensei e porque não...
    E confesso que me surpreendi..
    Surpresa..amo sobrenatural... Terror... E fiquei muito a fim da leitura mesmo .. Aprendi a não julgar um livro pela capa...

    Parabéns ao Décio, autor e a VC Nizete pela excelente resenha.

    Bjo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora a capa não tenha que passar por julgamento algum, ela é perfeita. O livro todo arrepia e eletriza. Você vai gostar. Leia também Albertine!

      Boa sorte!

      Excluir
    2. Quando digo.. Julgar um livro pela capa.. Não foi ao pé da letra... A capa é perfeita mesmo..tá linda...
      Mas era o título que não me chamava atenção... Até ler sua resenha...
      Bjo... 💜

      Excluir
  3. O livro tem tudo pra ser bom. A história que você comenta na resenha me conquistou. Sou apaixonada por temas assim. Intensos e cheios de emoção. Você conseguiu me deixar curiosa a respeito. Não vejo a hora de poder conferir tudo que mencionou aqui. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro me tirou o fôlego. Já esperava por um bom livro, mas este ele agitou bastante, ficou ótimo!

      Boa sorte

      Excluir
  4. participando. adorei a resenha, conta mto bem como é a historia, fala de um padre exorcista , sobrenatural, coisa q acho mto interessante de se ler, PARABENS DÉCIO P/ LIVRO. fiquei mto curiosa p/ ler todo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim ele sem duvidas está de parabéns. Ansiosa pela continuação de "Albertine" e "In nomine Patris."
      Boa sorte!

      Excluir
  5. Parece muito interessante... gostei

    ResponderExcluir
  6. adorei a resenha, e quero muito ler, torcer para ser a sorteada !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bons livros, inspiram boas resenhas.
      Obrigada!!

      Boa sorte

      Excluir
  7. Nizete
    Não li nenhum livro do Décio Gomes e pode me puxar a orelha. Depois de ler sua resenha e ver a trama que envolve essa trilogia não tem como não ficar tensa e querendo ler e conhecer de perto a jornada do padre missionário. Maravilhosa resenha.
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Irene, tudo bem?
      Não importa a ordem, leia. Os dois livros são fantásticos e independentes.

      bjos

      Excluir
  8. Já li um livro do Décio, e ele escreve super bem. Estou ansiosa para ler esse também *o*

    sabrinafinoti@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sabrina!
      Então já sabe bem o que esperar, Décio mais uma vez arrebentou.
      A narrativa dele é simplesmente rica e valiosa!

      Bjos

      Excluir
  9. Olá Nizete!
    Não li o primeiro livro de Décio, o "Albertine". Mas gostei muito da resenha e acho que vou gostar deste livro. A capa é linda e ele é bem fino, 132 páginas... deve ser muito rápido de ler! Eu costumava ver filmes com este tema, mas nunca li um livro com personagens assim! Parece bom demais!!
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Ni
    Que demais essa resenha, preciso ler esse livro com urgência.
    Já estou participando do sorteio e torcendo para ganhar rsrs

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  11. O que me despertou o interesse pelo livro foi os elogios feito ao autor da obra, Décio Gomes além do conteúdo da obra é claro.Um livro de A a Z elogiado, só nos cativa a leitura.Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  12. Adoro livros assim, com muito suspense e com aquele toque de sobrenatural, eu nao conhecia o autor, mas me interessei muito e acho que vou gostar muito dos livros, ja está na minha listinha aqui, e quero ler tbm o primeiro,mesmo esse nao sendo continuação.

    ResponderExcluir
  13. Ai fiquei super curiosa! livros sobrenaturais são uns dos meus preferidos. Assim que puder lerei pois adorei a resenha e é um livro nacional que para mim isso conta muito. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Arrepiou!
    Sério, que história sinistra é essa? E você ressaltou o fato de o autor se destacar com a escrita parecida do mestre King... Demais! Participando

    ResponderExcluir
  15. O que que é isso meu? Quer me matar do coração?
    Essa trama é bem bolada e já vou garantir o meu exemplar.
    Gostei
    Kelvin

    ResponderExcluir
  16. Oie...
    não conhecia o livro e gostei bastante do enredo!
    Me surpreendeu bastante a resenha e mal posso esperar para garantir meu exemplar.

    ResponderExcluir
  17. Nossa sinceramente não sabia que havia autor do gênero no Brasil, e agora que sei desejo muito conhecer a obra do Decio.
    Ainda mais, após, você o compara-lo com o mestre King. Isso sem mencionar a alegria que sentimos ao ler suas impressões sobre o primeiro livro Albertine.
    Acredito que autores de tão elevado prestigio deviam ter tanto destaque como os importados que figuram entre os mais vendidos em nossas terras. Um livro sobre o sobrenatural, hordas de zumbis, demônios, e padres caçadores de demônios é simplesmente a minha praia.
    Sou fã do gênero e adoraria conhecer essa obra citada aqui como impecável.
    Torço para que ele encontre o destaque que merece.

    Julielton Souza

    http://dialeticaproposital.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi :) alguém sabe onde encontro esse livro pra comprar?

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor