quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Resenha; Toda Sua - de Sylvia Day


Toda Sua
Sylvia Day
Saga : 1º livro de “Crossfire”
Editora Paralela
Nº de páginas : 280
Minha música tema : Go - Delilah 
Classificação : 5 / 5



Prepare-se para o mais novo jogo de sedução, você está pronto para jogar?

Sinopse: Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela - e provavelmente qualquer outra pessoa - já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer - Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é considerado por eles como incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam - o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.
Bom, se você como eu já leu 50 tons de cinza, no começo achará o livro de Sylvia Day apenas mais uma cópia barata do mesmo. 
Mas, acredite, é só em alguns pontos que os dois livros possuem semelhanças - em pontos não muito importantes.
Enfim, a história do romance entre Gideon e Eva me tomou de uma certa forma que me vi terminando o livro no mesmo dia que comecei. 

“ - Mas eu gosto de sexo.
- Ótimo. Faça Comigo - seu sorriso era um convite ao prazer.”

Gideon é a descrição de um bilionário, lindo, sexy e persuasivo que conhecemos bem, mas seu passado ainda deixam marcas no seu presente. (Há, não é que a gente já ouviu isso em algum lugar antes? ahahaha)

Eva por sua vez, é jovem, teimosa, curiosa e também possui um passado conturbado que ao longo do livro se mostra muito mais parecido com o de Gideon do que se espera. Quando suas histórias são reveladas, eu não pude acreditar. É do tipo de coisa que você não imagina que aconteça com personagens como estes. 
Ambos estão marcados pelo que se passou, mas dispostos a reescrever seus futuros juntos. 

“ - Estou quebrando todas as minhas regras com você.
- Regras foram feitas para serem quebradas.”


Confesso, que em muitas vezes senti raiva da Eva. Sério, algo dá errado, algo de ruim acontece, a situação muda, ela foge. 
Gideon é do tipo de cara que faz tudo pela pessoa que está ao seu lado, de modo a ser ás vezes um tanto louco -para o lado bom da coisa. 
Os dois se envolvem em um caso de pura luxúria e desejo até se tornar algo que podemos chamar de amor. 

“ (...) Seu corpo é meu, Eva.
- E o seu é meu? Exclusivamente?
Seus olhos brilhavam. - Sim, e espero que você faça proveito dele com frequência e em excesso.”

“ - Você é tão corajosa, Eva. Tão forte e sincera. Você é um milagre. Meu milagre.”

Ah! Não podemos esquecer dos personagens secundários… Somos regados de personagens secundários, alguns com um nivel bom de importância, mas nenhum de fato que se morresse eu sentiria falta - sorry, but no sorry.

“ O mundo todo veria a beleza da embalagem, mas só eu conhecia o homem por baixo dela e sabia como ele era precioso. Seus sorrisos mais íntimos e suas gargalhadas gostosas, a gentileza de seu toque e a ferocidade de sua paixão reservados só para mim.”

Eu criei uma playlist para acompanhar esse livro. Sério, não uma música só porque cada cena tinha sua música específica e eu simplesmente adorava tê-las *-* 
Uma história forte - e eu não estou dizendo isso em relação ao sexo- que evolui ao longo do livro, mostrando os medos e receios de personagens que são perfeitos por fora, mas feridos por dentro.

“ - Os jornalistas vão começar a pesquisar, Cary, e vão achar muita sujeira. E, como é uma sujeira apetitosa,vão espalhar por toda parte e mais um pouco, e isso vai expor Gideon a um constrangimento terrível.”

Gostei do final do primeiro livro da trilogia, foi um final que me fez conseguir esperar para ler o segundo, e não sair que nem uma desesperada para uma livraria e comprar.


Ps: Segue a minha playlist *-*
1. Inside My Love- Delilah
2.Surrender - Dragonette
3. Let Me Love You - Neyo ( acoustic)
4. Skin - Rihanna
5. Sexy Back - Justin Timberlake - você vai entender o porquê :)


xoxo
                                                                                                         

8 comentários:

  1. a capa parece bem interessante, nao é meu tipo de historia mas a gente fica curioso ^^

    se puder visite meu blog <33

    http://jackelinenuit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é ! Hahaha pode deixar! Vou dar uma olhada Jack
      xoxo

      Excluir
  2. Quando comecei a ler a sinopse realmente achei bem parecido com 50 tons de cinza. Fiquei curiosa para ler o livro já que ele é diferente e o final é inovador. Vou ouvir as músicas também... Adoro música! Já imagino como seja a playlist por causa da música de Justin, Sexy Back que já ouço na hora da malhação. Ótima resenha, parabéns! :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah ouvi sim ! *-* JB arrasa né? Hahahaha
      xoxo

      Excluir
  3. Toda Sua é de longe bem melhor que 50 Tons, que em minha opinião é muito mal escrito...
    E Gideon, meus deuses é um homem/louco/possessivo pra ninguém botar defeito kkk
    Eu gostei muito deste livro e dos outros também. Só estou na espera para que o último da série chegue logo por aqui.
    Adorei sua resenha, e depois irei conferir sua playlist, porque no trabalho não rola, né? kkk
    Beijinhos.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaah adorei ! Hahahahah ouvi sim ! *-*
      xoxo

      Excluir
  4. Confesso que desde que li 50 tons o meu interesse por esse gênero de livro quase que desapareceu completamente. Mas você me fez ficar curiosa sobre esse. Grandes chances de eu ler.
    bjs.

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor