quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Resenha: O Ladrão de Destinos -de Nanuka Andrade


É chegado o momento de falar de um livro que me surpreendeu em 2014, o abri pensando que encontraria uma aventura Infanto-Juvenil e encontrei um tesouro para todas as idades.

O Ladrão de Destinos
Nanuka Andrade

Sinopse: No bairro da Liberdade todos conhecem Mayumi como a menina sonâmbula e não se importam em ajudá-la em situações de perigo. O que estas pessoas não sabem, porém, é que a menina tem o espírito livre e todas as vezes em que isso acontece, viaja para um lugar chamado Orla, onde pessoas vivas ou mortas convivem sem a menor cerimônia. Quando terríveis eventos passam a colocar a vida de recém-nascidos em perigo, Mayumi e seus amigos, Flecha e Córmaco, acabam empenhados em descobrir quem está por trás desta trama sinistra. Um sujeito macabro, conhecido apenas como o Ladrão de Destinos.


Resenha:

Uma Linda história, uma fascinante aventura, um livro brilhante!
Estou inspirada e apaixonada pela obra. 

Quem disse que no Brasil não temos ótimos escritores? Quem no momento de insanidade proliferou tal calúnia? Sou a prova viva (graças a Deus) que temos tesouros escondidos nesse mar literário. És que finalizei uma obra digna de aplausos, uma história de exímia sensibilidade que me cativou, vindo de um autor talentoso que sabiamente nos arrasta para uma trama criativa e reflexiva. Usando como alicerce o fascinante mundo oriental, suas culturas e hábitos.

Mayumi Chen, uma menina de 12 anos que mora no Bairro da Liberdade em São Paulo com seus pais, o casal chines Sr. e Sra. Chen e está prestes a ganhar um irmãozinho. É a partir daí que começa seu drama, como filha única sente-se insegura com a chegada de mais um membro na família que lhe tirará as atenções antes somente dela.

Mas, não era só isso que tirava o sono de Mayumi, ela sofria de sonambulismo, não era uma sonambula qualquer, definitivamente não. Dormia em qualquer lugar, bastava estar relaxada ou entediada para acontecer. Como nas diversas vezes em sua escola que durante a aula achava-se de aventurar em seus sonhos, e quando acordava estava sempre em posições e lugares constrangedores com uma plateia ora rindo das inusitadas peripécias, ora estavam assustados e preocupados com os riscos que ela corria. 
Estudava em um colégio religioso e a todo momento era mandada para a sala da Madre para ouvir o sermão por ter dormido na sala de aula, por ter tido diante dos alunos mais uma crise de sonambulismo, atrapalhando a aula pois a turma ficava na completa algazarra. Consequentemente tornou-se alvo de implicâncias e isolamento.

As coisas pioraram quando Mayumi passa a ter sonhos estranhos e cada vez mais reais. Sonhou com um fusca vermelho estacionado em frente a sua casa e de dentro do carro encontrava o motorista que mal consegue identificar acenando e a chama.
Preocupada, ela desabafava e dividia suas aventuras do outro lado de sua consciência com o velho chines, Sr. Pengyou, que a compreendia e advertia dos perigos que estava prestes a viver. O Bom senhor também a salvava das investidas de Matilde, a aluna troncuda que implicava diariamente com sua condição de sonambula.
Mas, foi em um sonho induzido que Mayumi entra em uma aventura que mudaria o destino de todos que ela amava. Em sua crise de sonambulismo deparou-se vagando pelo plano entre o mundo material e o espiritual, mais conhecido por limbo ou Orla. E foi lá que fez novos amigos, meninos fascinantes e misteriosos. Com a ajuda de Flecha e Córmaco, Mayuri tentará libertar os destinos de crianças aprisionadas, inclusive de seu futuro irmãozinho.
Impressões:

Vamos la...*Suspirando*
Eu terminei o livro O Ladrão de destinos tão emocionada com o desfecho que só percebi o quão me afetou quando me deparei suspirando e lacrimejando.

Estava ansiosa para ler esta obra, já conhecia o belo trabalho de ilustrador e a escrita impecável de Nanuka Andrade desde sue primeiro livro Camundo, o desenho e a sombra. Mas, em O ladrão de destinos ele se superou, mesclou a sabedoria chinesa com as emoções de seu próprio coração e criou algo tão belo, tão original e tão mágico que fascinou!
Sim, é sempre fascinante histórias  em que o tema é o "outro lado da vida", só que Nanuka foi mais além, ele abordou o que possivelmente acontece com o sonambulo enquanto dorme, não o que vimos, mas o que eles veem e vivem. A inclusão com o chamado fio que nos une o espírito à matéria. As explicações e a forma que foi abordada vários assuntos ligados ao mundo espiritual, reencarnação e destino. Tudo em uma aventura romântica e com uma boa dose de mistério, só fez o livro ficar mais incrível! 

Eu questionei logo no inicio, fiquei indignada com a atitude dos adultos que exigiam que Mayumi se controlasse para não dormir, sair andando e se aventurando durante o sono. Mayumi não tinha culpa de ser sonambula, como controlar algo que fazia dormindo, ela estava inconsciente!! Foi  injusto vê-la sendo repreendida por algo que estava fora de seu controle. que está fora do controle de qualquer um!
Os personagens são carismáticos, a protagonista vai amadurecendo na sua sabedoria e aprendizado, de alguma forma também vamos com ela aprendendo algumas coisas e juntas vamos nos emocionando. Os outros personagens, tomam rumos já predestinados pelo autor, mas que nos surpreende, o antagonista embora tenha sido criado para termos repulsa ou antipatia, chega um ponto da história que até nos comovemos e sentimos compaixão por ele, mas tudo no seu devido tempo.
A narrativa é deliciosa, bem fluida, rica no seu vocabulário, detalhes e descrições, tudo nos fascina e nos prende. Os capítulos se iniciam com ilustrações lindas do autor, tanto capricho, tanto zelo que dá gosto. A diagramação está perfeita e o conjunto da obra impecável! 
Fica aqui a indicação, emocione-se também por essa historia brilhante!

Parabéns Nanuka por sua grande obra-prima!

12 comentários:

  1. adorei a resenha, gostei mto da história MAYURI, a menina sonambula, é muito cativante o enredo deste livro pois fala de um mundo real e espiritual, menina q estuda em colegio de freiras e a toda hora dorme e seve de chacota de seus colegas e da madre superiora q a coloca de castigo por dormir em sala de aula, (atrapalhando os colegas) gostaria muito de ler mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Leci,é uma obra cativante mesmo, uma aventura linda de amor e descobertas.
      Vale MUITO a pena ler.
      bj

      Excluir
  2. querida Ni, que grata surpresa... novo autores são sempre bem vindos, ainda mais quando com eles vem talento! acho que este é o mesmo autor de "camundo" se é que me lembro bem. estou há séculos querendo encarar este livro, agora ele chega com outro e a premissa me parece ser ainda melhor. já está em minha listinha, você dissecou o livro e me encheu de curiosidade. ótima dica, bela resenha, como sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodolfo, é um prazer tê-lo aqui, agradeço por sua opinião sobre a resenha. Que é sempre encorajadora e agradável aos meus olhos. Muito obrigada!

      Excluir
  3. Oi Ni, que bom quando a gente se identifica e gosta assim de um livro!
    Tive o prazer de conhecer o Nanuka pessoalmente na Bienal de 2011, e ele é uma simpatia.
    Também já conhecia seus trabalhos gráficos. Ele é muito talentoso.
    Mas, ainda não li nada dele. Gostei da sua resenha, e se tiver oportunidade irei ler o livro.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lia! Não perca tempo, leia! Nanuka é um ótimo autor, sabe o que faz.e faz bonito!!
      A história é linda e comove demais.
      Vale a pena mergulhar no mundo de Mayumi.
      Bjos

      Excluir
  4. O Autor Nanuka Andrade é um artista. Além de muito criativo, faz belíssimas ilustrações.
    Como falei, uma historia criativa e intrigante. Fiquei muito curioso, quero saber o desfecho que te emocionou tanto.
    Toda a resenha me pegou pelo pé, vi que não tem mais venda desse livro na internet, então ficarei aguardando uma nova publicação.
    Kelvin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Kelvin, não deixe de ler pois, vale muito a pena!

      Excluir
  5. Eu ja era fã do Nanuka e agora, mais do que nunca, eu preciso ler esse livro.
    Parabéns Ni, arrasou na resenha!
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paiva! Então você já leu uma obra dele e sabe que o cara é fere!? Mergulhe nessa aventura também!

      Excluir
  6. Olá. A obra parece ser realmente boa, sou uma apaixonada por livros nacionais, mas até então não havia ouvido falar nesse.
    Beijos

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fevereiro de 2016 o livro será relançado pela Editora Irado, selo da Novo Conceito. Taí a sua oportunidade de adquirir e mergulhar de cabeça nessa leitura fantástica!

      Excluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor