segunda-feira, 16 de março de 2015

Resenha - Vanessa Diffenbaugh - A Linguagem das Flores

A Linguagem das Flores
Vanessa Diffenbaugh
Editora Arqueiro

Sinopse -  Victoria Jones sempre foi uma menina arredia, temperamental e carrancuda. Por causa de sua personalidade difícil, passou a vida sendo jogada de um abrigo para outro, de uma família para outra, até ser considerada inapta para adoção. Ainda criança, se apaixonou pelas flores e por suas mensagens secretas. Quem lhe ensinou tudo sobre o assunto foi Elizabeth, uma de suas mães adotivas, a única que a menina amou e com quem quis ficar... até pôr tudo a perder. Agora, aos 18 anos e emancipada, ela não tem para onde ir nem com quem contar. Sozinha, passa as noites numa praça pública, onde cultiva um pequeno jardim particular. Quando uma florista local lhe dá um emprego e descobre seu talento, a vida de Victoria parece prestes a entrar nos eixos. Mas então ela conhece um misterioso vendedor do mercado de flores e esse encontro a obriga a enfrentar os fantasmas que a assombram. Em seu livro de estreia, Vanessa Diffenbaugh cria uma heroína intensa e inesquecível. Misturando passado e presente num intricado quebra-cabeça, A linguagem das flores é essencialmente uma história de amor – entre mãe e filha, entre homem e mulher e, sobretudo, de amor-próprio.

Resenha

Com uma narrativa em primeira pessoa do ponto de vista da protagonista Victoria Jones que vai se alternando entre presente e passado, o leitor vai aos poucos compreendendo os medos e culpas da protagonista que a levaram a ter uma personalidade tão turrona, de uma pessoa que abdica da felicidade.

Victoria é uma jovem órfã que acaba de completar 18 anos e é obrigada a deixar o abrigo em que vivia e enfrentar a vida do lado de fora, sozinha. Sem emprego e sem ter onde morar, Meredith, a assistente social, tentou ajuda-la, mas Victoria preferiu fugir e se virar sozinha, dormindo na rua.
“Piedade, eu sabia muito bem, era diferente de amor.”
Conforme vamos descobrindo o passado de Victoria, ficamos sabendo que ela quase foi adotada por uma mulher solitária chamada Elizabeth, e com ela aprendeu a linguagem das flores, mas somente no final do livro que vamos descobrir por qual motivo essa adoção não foi concretizada e somente com essa revelação que fui capaz de entender o comportamento de Victoria, que tanto estava me deixando irritada durante a leitura.

Victoria, fica morando em uma praça e cultiva um jardim nela, e vive colocando gel no cabelo e desodorante que trouxe antes de fugir para ficar com uma aparência apresentável, mas começa a apresentar mau cheiro com o tempo, devido a falta de banho, até que um dia ela conhece Renata, uma florista e faz de tudo para conquistar sua simpatia para trabalhar com ela. Renata acaba a contratando algumas vezes para ajudá-la com flores para casamentos e Victoria usa o dinheiro recebido para ficar em um albergue por alguns dias para tomar banho e ter onde dormir. Com o passar do tempo Renata acaba contratando Victoria para ajudá-la não só nos casamentos, como também na sua loja, já que ela se destacou muito e os clientes sempre corriam atrás de seus conselhos para dar flores de presente. A irmã de Renata aluga para Victoria um pequeno quarto em sua casa, e aos poucos Victoria vai se reerguendo.

Você que é fã de romance não precisa se preocupar que tem romance sim, Victoria acaba conhecendo um misterioso homem no mercado de flores que insiste em presenteá-las com flores que tem significado importantes em sua vida, e ela acaba se apaixonando por ele, mas é claro que nem tudo são flores e ela não vai conseguir se entregar a essa paixão sem se machucar e machucar Grant e somente no final da trama vamos entender seus motivos, o que seu passado turbulento fez com que deixasse tantas feridas não cicatrizadas no coração dessa bela jovem.

Gostei muito do livro, mas no meio da trama estava com muita raiva da protagonista devido suas atitudes que só fazem magoar as pessoas que a amam, não conseguia entender o porquê de ela ser assim, mas quando seu passado foi revelado consegui compreender, mas não aceitar, por isso tirei uma estrela na classificação. Gostei muito de como a trama foi narrada e o capricho da editora com esta segunda edição, que está muito linda.

A história manda mensagens muito bonitas sobre superação de culpa e medos. Recomendo a leitura para todos.

Os direitos autorias foram comprados para uma adaptação para o cinema, vamos aguardar, tenho certeza que dará um lindo filme.

Classificação





7 comentários:

  1. Oi Danielle gostei da resenha, gosto de romance e gosto deste tipo de trama também, anotei na minha lista de desejados.
    Parabéns resenha linda.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá aí um livro que vc vai amar pelo pouco que vejo do seu gosto literário já deu para perceber. Bjs

      Excluir
  2. Acho que essa é a essência de todo o livro, nos cativar, prender, mexer com a gente. Gostar ou não da atitude de um personagem, vai de cada um. Não li, mas certamente irei ler e claro, direi qual foi a minha reação.
    Ótima resenha..
    Kelvin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se lembrar de mim irei adorar saber sua reação. Bjs

      Excluir
  3. Eu li esse livro com a outra capa. Na época gostei demais, pois foi bem diferente de tudo o que eu estava lendo no momento. A protagonista não é a menina boazinha que todo mundo torce por ela. Pelo contrario, como você disse, sentimos raiva dela. Por isso eu dei cinco estrelas.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Parece ser interessante. É engraçado porque o livro toca em um assunto do qual já falei diversas vezes, que é o abandono dos órfãos pelo poder público após eles completarem 18 anos. Creio que esse livro seja muito emocionante.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser show!! Lembra-me muito do filme You've got mail - acho que por conta de toda essa aura de contos de fadas (mesmo que a protagonista não seja perfeitinha). Quero muito ler esse.
    Ahh, por falar em You've got mail, Dani, será que você sabe de algum lugar onde eu possa encontrar o livro que inspirou esse filme?? O The shop around the corner. Também queria muuuito ler, mas não acho em canto nenhum :'(

    Beijos!

    http://canetaliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor