sexta-feira, 17 de julho de 2015

Resenha: O Protegido - de Peter V Brett

O Protegido
Ciclo das Trevas - Livro 1
Peter V Brett
Editora DarkSide

Sinopse: Ao cair da noite, eles surgem por todos os lados, famintos por carne humana, demônios de areia, de vento e até de pedra, conhecidos como terraítas. Depois de séculos, a humanidade definhou e se tornou refém da escuridão. Arlen, Leesha e Rojer, jovens sobreviventes, atrevem-se a lutar e encarar as trevas. O jovem Arlen recebe os ensinamentos de um mensageiro e descobre que o medo, mais que os demônios, é o mal a ser combatido. Leesha tem a vida destruída por uma simples mentira e se torna ajudante de uma velha e misteriosa ervanária. E o destino de Rojer muda para sempre quando um menestrel chega à sua vila com uma rabeca. Juntos, eles podem oferecer ao mundo uma última, e fugaz, chance de sobrevivência.

Resenha

Todos os dias quando o sol se põe demônios se levantam das profundezas para atacar e devorar os humanos. Esses demônios, os terraítas, são inimigos antigos da humanidade, combatidos e vencidos à muitos milênios atrás, eles retornaram depois que a humanidade se esqueceu deles, à 300 anos atrás. Desde então a civilização humana, sua tecnologia e ciência, ruíram diante esse inimigo. Os humanos tiveram de buscar em livros de mitos, antes vistos como estórias fantasiosas, as proteções necessárias para tentarem sobreviver. Porém desde o retorno dos terraítas, ninguém mais encontrou qualquer um dos símbolos de ataque para matar os demônios.

A primeira vitória humana sobre os terraítas, a que aconteceu milênios antes, foi liderada por um homem conhecido como o Salvador. Tal homem foi o responsável pela unificação da humanidade e todo o sucesso da vitória foi atribuída à ele. Dizem que o Salvador foi enviado pelo Criador para salvar a humanidade. E é por isso que desde o retorno todos aguardam novamente que o Criador envie o Salvador, para que a raça humana seja salva novamente. Enquanto isso os homens se refugiam atrás de proteções pintadas em suas casas, nunca saem à noite e poucos tem a coragem de viajar.
À noite, o inimigo se transforma em amigo.
E é nesse mundo que vivem crianças: Arlen, Leesha e Rojer. Eles são diferentes em diversos aspectos e cada um vive em lugar distante um do outro.
Arlen é um garoto que sonha ser mensageiro, homens que viajam entre as cidades levando cartas e produtos. Tal profissão é extremamente perigosa, pois quando cai a noite eles apenas contam apenas com círculos protetores para impedirem que os terraítas os matem. Sem paredes para esconder, eles vêem e ouvem as tentativas dos demônios de quebrarem as proteções e devorá-los, o que realmente pode acontecer, se as proteções não forem bem feitas.
Isso porém não assusta Arlen, ele deseja combater e matar terraítas, e principalmente, ele não aguenta mais ser um prisioneiro atrás das proteções. Ele acredita que os homens devem combater os demônios, ao invés de esperarem um Salvador chegar para resolver todos os problemas. E ele sabe que para isso é preciso encontrar as proteções de ataque, aquelas capazes de matarem terraítas. E o futuro de Arlem começa a mudar quando um novo mensageiro chega à cidade e após uma terrível noite onde as proteções não foram o suficiente para manter todos à salvo. Após isso, ele é obrigado à encarar a fraqueza dos homens e jura jamais permitir que o medo o domine e o aprisione. A partir de então ele começa a traçar o seu próprio caminho rumo ao seu objetivo de exterminar os terraítas, de finalmente reagir e levar à guerra até os demônios.
Porque prefiro viver poucos anos sabendo que sou livre do que passar décadas numa prisão.
Leesha por sua vez sabe exatamente como será o seu futuro. Ela já está prometida para Gared, o jovem mais promissor da Clareira do Lenhador, e sabe que o seu futuro é ter muitos filhos e cuidar deles e do marido, além da loja que o pai deixará para ela. Mas o presente dele não é muito feliz, sua mãe Elona jamais tentou disfarçar o quanto não gosta dela. Sempre diminuída por ela, Leesha e seu pai comem o pão que o diabo amaçou nas mão dessa mulher. Ela é verdadeiramente horrorosa, se casou com o pai de Leesha apenas por causa do dinheiro e não pensa duas vezes antes de traí-lo, até mesmo debaixo do teto dele. Então Leesha conta os dias para poder finalmente se livrar desse inferno, de casar e ter um casa e vida só dela, longe da mãe. Porém parece que o destino tem outros planos para ela e mais uma vez tudo começa devido à um ataque dos terraítas. Durante o tratamento dos feridos, Leesha chama atenção de Bruna, a ervanária da cidade, que está insatisfeita com sua atual aprendiz. Ela logo percebe o dom de Leesha e deseja que ela se torna sua aprendiz. Porém Leesha já tem os seus próprios planos e embora tenha gostado do trabalho de ervanária, ela sabe que não tem como cuidar de uma família e de todos os doentes da Clareira. Mas tudo pode mudar por causa de uma mentira…

Já Rojer, em sua primeira aparição, não passa de uma pequena criança de uns 3 anos. Filhos dos donos de uma estalagem, ele vê sua vida começar a mudar após a chegada de um menestrel à Pontefluente, cidade onde mora. Mas não é somente a chegada do menestrel que muda o rumo de sua vida, como aconteceu com todos, bastou uma noite e a falha das proteções para que a noite fosse preenchida com gritos e a vida dele fosse destruída e reconstruída de forma bem diferente.

Cada um desses três personagens vão percorrer os seus próprios caminhos ao longo do livro, anos vão passar ao longo das páginas. E com o passar desses anos eles começam a mudar o rumo dessa guerra que a raça humana está perdendo nos últimos 300 anos. Eles podem finalmente oferecer uma esperança de que os humanos não serão extintos.
Encontre o pior ser humano que puder e ainda encontrará algo pior ao olhar pela janela à noite.
Quando estava sofrendo de um sério caso de ressaca literária devido ao fim da Trilogia dos Espinhos, a DarkSide me recomendou a leitura desse livro, cujo o autor é amigo do Mark (autor da trilogia). E eles acertaram em cheio nessa recomendação!
Correndo o risco de soar clichê, devo dizer que é impossível você largar esse livro. Bem, eventualmente você terá de fazer isso, pois o livro tem 507 páginas, mas acredite quando eu digo que você não irá querer fazer isso. As minhas olheiras não me deixam mentir, dormir é para os fracos! Esse livro é sem dúvidas um dos melhores livros de ficção fantástica que já li. A estória tem uma trama bem elaborada, é detalhista quando deve e de forma não excessiva. A narrativa te suga para dentro do livro, te fazendo esquecer de todo o resto, você passa a viver dentro da estória. Os personagens são cativantes também, o meu favorito foi o Arlen, e, para a minha sorte, a maior parte da estória segue à ele. Mas as estórias da Leesha e do Rojer também são bem cobertas. O mundo criado nesse livro é fantástico, com todas as suas peculiaridades e sua própria história. São diversas culturas, terraítas, proteções (etc.) a serem exploradas. É arrebatador para qualquer fã de fantasia.
E como tal estória perfeita não fosse o suficiente, vem a DarkSide e faz mais uma obra de arte em forma de livro. Gente é sério, se vocês ainda viram esse livro ao vivo e a cores, vá à uma livraria e procure por ele! Capa dura aveludada, arte gráfica divina por dentro, fita de marcador eeeee… segurem-se nas cadeiras, ele vêm com tatuagens!!! Sim, com tatuagem das proteções descritas no livro, é a DarkSide garantindo a nossa segurança em caso de ataque de terraítas!!! Obrigada DarkSide, é por isso que amo tanto vocês!!!! Sério, alguém devia criar uma lei obrigando que todos os livros publicados no Brasil tivessem a qualidade dos livros da Dark! 
Só tive um problema com a minha edição, ela veio com um erro de impressão, e uma parte da estória estava faltando, um parágrafo. Ao perceber o problema eu imediatamente entrei em contato com a editora pelo facebook e eles rapidamente me responderam, já me enviando o texto que estava faltando e me passando a orientação para a troca do livro. Ao que parece alguns livros foram impressos com esse problema, que eles já haviam identificado e que já estavam tomando o cuidado de recolher. Eu só não tenho sorte para ganhar na loteria! Então se vocês comprarem o livro, dêem uma olhada na página 293, e verifiquem se a narrativa é interrompida pelo início de um novo capítulo na página 294. Caso encontre esse problema, vocês podem entrar em contato com a DarkSide que eles respondem super rápido! Eles respondem rápido até as minhas mensagens nonsense!!! Eu já falei que sou apaixonada por essa editora, embora ela esteja me levando à falência… compro tantos livros deles que já estou pensando em colocar o pagamento para ser descontado na minha folha de pagamento… preciso comunicar ao RH da empresa.

Finalizando, seja você fã ou não de ficção fantástica, esse livro é um daqueles que precisam ser lidos antes de você morrer. Então não deixem de comprar o seu e também descobrir toda a grandiosidade do mundo criado pelo Peter. Agora eu preciso ir, tenho de perturbar a DarkSide pelo facebook para descobrir quando será lançado o segundo livro!!!

PS: Segue a resposta da DarkSide sobre o segundo livro (eles respondem tão rápido que nem deu tempo de publicar a resenha antes da resposta): Vamos lançar entre agosto e setembro. Falta pouquinho. Vou te dizer que particularmente eu amo ainda mais o segundo. Tudo fica mais claro e mais incrível.

Ahhhhh…. nem estou surtando agora!!!! Chega o natal, mas não chega setembro! Meu coração não aguenta!
- Não finjo ver o caminho - respondeu Jona com calma -, mas sei que está lá. Um dia, olharemos para trás e nos perguntaremos porque o erramos.

Classificação



Sobre o autor


PETER V. BRETT gradou-se em Literatura Inglesa e História da Arte pela Universidade de Buffalo, estado de Nova York, em 1995, e depois passou mais de uma década no mercado editorial farmacêutico. Ele vive no Brooklyn. Educado com uma rígida dieta de romances fantásticos, quadrinhos e Dungeons & Dragons, escreve histórias fantásticas desde quando consegue se lembrar. O Protegido é sua estreia na ficção fantástica, e integra o aclamado Ciclo das Trevas, publicado em mais de trinta países, entre eles, Estados Unidos, Canadá, México, Inglaterra, Alemanha, França, Espanha, Portugal, Holanda, Itália, Japão, Rússia, Indonésia, Coreia do Sul e China.







4 comentários:

  1. querida Patricia, a Darkside está sempre nos surpreendendo com acabamentos primorosos e livros idem. sua resenha está belíssima, li e reli e você fechou de forma a me obrigar a ler o livro: "esse livro é um daqueles que precisam ser lidos antes de você morrer". então, pode ter certeza que lerei. assim como você, fiquei sabendo pelo face do lançamento do livro dois. procurando um pouquinho mais descobri que lá fora já são quatro livros. é melhor ir me preparando, pois o desfalque em minha conta será inevitável... graças a você! ótima dica, obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falidos, porém felizes. É o efeito Darkside.
      Bjs.

      Excluir
  2. Gostei muito deste livro, e acho bem provável que o próximo volume será ainda melhor !

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minhas expectativas para o segundo livro estão altíssimas, mal posso esperar para finalmente o ter em minhas mãos!
      Bjs.

      Excluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor