sexta-feira, 31 de março de 2017

Resenha: Another - de Yukito Ayatsuji

Another
Yukito Ayatsuji
Editora JBC
Sinopse: Koichi Sakakibara é um ginasial comum de saúde frágil. Após uma crise pulmonar e uma repentina viagem de seu pai, o jovem é obrigado a se mudar para a cidade natal de sua falecida mãe, Yomiyama, e ficar sob os cuidados de seus avós maternos. Ao se transferir para a Escola Ginasial Yomiyama do Norte, o garoto percebe um estranho clima de tensão entre seus colegas e os professores responsáveis pela sala. O garoto foi enviado para a Turma 3-3, uma sala especial. O que Koichi não sabia é que um inexplicável fenômeno ronda essa classe e que, enquanto ele tenta chegar ao fundo dos segredos e acidentes sem sentido do seu novo cotidiano, uma inegável e fatídica verdade se revelaria: "Esse é um ano que tem!"



Resenha

Another é um livro de horror repleto de mistérios. E já aviso, basta o prólogo para fazer com que você não largue mais esse livro. Mas vamos falar da estória.

26 anos antes do período da estória, em uma classe do 3º do ginasial, um estudante chamado Misaki, que era extremamente popular entre os alunos e professores, faleceu. Então os alunos, em um belo dia, decidiram fingir que Misaki não estava morto. Isso mesmo, que ideia genial! Eles simplesmente começaram a fingir que ele continuava na sala, agindo normalmente, deixando o lugar dele na sala intocado, etc. E os professores ao ver essa linda insanidade decidiram que estava tudo ok e entraram na onda! É realmente impressionante, parecem que nunca viram um filme de terror japonês na vida! Detalhe, estou chamando o aluno no gênero masculino, mas não se sabe se era O ou A Misaki.

E essa singela homenagem se manteve até o final do ano letivo, quando finalmente os alunos se formaram, e todos tiveram uma linda surpresa! Mas não vou contar qual é, muahahaha…. mas sério, só não quero estragar a leitura para vocês, mesmo de algo que já se sabe desde o início.

A estória se inicia então em 1998, quando Kochi Sakakibara se muda para a cidade porque o pai está na India a trabalho. Ele passa então a morar com seus avós e a tia materna. E para a felicidade dele, ele vai estudar justamente no colégio do incidente de 26 anos antes. E não só isso, ele cai justamente na mesma turma do ocorrido, a classe 3-3. Mas logo quando ele chega na cidade ele tem de ficar internado no hospital e por isso perde os primeiros dias de aula, sem contar que ele já tinha perdidos vários dias por causa da transferência. Enquanto isso no próprio hospital ele acaba conhecendo uma garota extremamente sinistra, à noite no elevador (super normal..), que por acaso estava vestida com o uniforme da escola e se chamava Mei Misaki. E ela desce no andar do necrotério, super normal mesmo.

Quando finalmente vai para a escola, ele percebe que Mei está na sua sala, mas por alguma razão desconhecida por ele, todos a ignoram, incluindo os professores. Fica bem óbvio para Koichi que os outros alunos estão escondendo alguma coisa dele, algo importante. Mas como ninguém está contando nada, Koichi resolve descobrir por conta própria o que está acontecendo. Qual é o mistério envolvendo a estranha e enigmática Misaki Mei.

A essa altura você deve estar gritando “alma penada!!!!”. Então, já adianto que o livro vai além do clichê de fantasma. Há muito mais nessa estória do que parece no princípio. A trama é muito mais complexa! O mistério sobre Misaki Mei é apenas a ponta do iceberg! Há algo de muito errado na turma 3-3 e o Kochi irá buscar sozinho a verdade que todos estão escondendo dele. Sobre o que aconteceu, sobre o que está acontecendo e o que todos temem que irá acontecer. O que o evento de 26 anos atrás desencadeou? Por que a turma 3-3 ainda vive sob a sombra dessa história? Por que essa turma é tratada diferente até mesmo pelos professores?
Esta escola ou, melhor, a turma 3-3, está muito próxima do que é a “morte”. Muito mais do que as outras turmas.
Esse livro é extremamente bom, não há como descrever! É impossível terminar um capítulo e não ficar desesperado para ler o próximo e você vai simplesmente enlouquecendo conforme o fim se aproxima. Toda vez que você pensa que desvendou o mistério, que finalmente sabe “algo”, você leva uma banda do autor. A cada revelação impactante você se arrepia todo, o braço chega a doer! Isso sem falar no frio na barriga. 

Esse não é um tipo de livro que te faz ficar com medo ou algo mais extremo, o diferencial dele é o mistério e a tensão. Você não ficará com medo de ir na cozinha depois que terminar a leitura, mas enquanto você estiver lendo, você sentirá a pressão que os personagens estão vivendo, o mistério irá te manter vidrado, as dúvidas e os medos deles serão seus. E toda essa sensações que você irá sentir ao longo das páginas se deve a escrita do autor, que é detalhista na medida certa. Ela te envolve, te deixando saber a verdade aos poucos, e no final te arrebatando quando você finalmente descobre toda a verdade. Conselho: não leia de jeito nenhum a sinopse atrás do livro. Tem uma frase lá, que não tem na sinopse lá de cima, que revela mais do que você deveria saber no início do livro. Nem ao menos passe o olhar sobre a sinopse, porque essa frase é curta e está em grande destaque. Essa frase é chamativa e sem dúvidas atrai leitores, mas não é nada legal você começar a leitura sabendo dela.

Para quem não sabe, esse livro já teve várias adaptações: para mangá, anime e live-action. O filme não foi lá muito bom, mas o mangá e o anime são maravilhosos também, mesmo tendo pequenas diferenças, a estória essencialmente se manteve.

Sobre a edição do livro, a capa do livro é maravilhosamente linda. Ela tem um ar assustador que combina perfeitamente com a estória. A parte ruim é que as páginas são brancas, por ser uma editora que publica mangás, eles acabaram não utilizando páginas amarelas. Ao longo da leitura eu encontrei pequenos erros de revisão, mas nada muito grave.

Eu acabei dando 5 estrelas e favoritando. Sem dúvidas eu recomendo a leitura para todos, principalmente para aqueles que amam uma estória com muito mistério.

Classificação




Sobre o autor

Naoyuki Uchida, também conhecido por seu pseudônimo Yukito Ayatsuji, é um escritor japonês de mistério e horror. Ele é um dos fundadores do Honkaku Mystery Writers Club of Japan e um dos escritores representantes do novo movimento tradicionalista em escrita japonesa de mistério. Sua esposa é Fuyumi Ono, uma escritora de horror e fantasia japonêsa que é conhecida pela série The Twelve Kingdoms. Sua primeira novel The Decagon House Murders foi classificada em oitavo lugar do Top 100 Japanese Mystery Novels of All Time.







14 comentários:

  1. Ola
    Já fiquei interessada por conta da premissa e da forma como você descreveu, sem contar que a capa chamou muito a minha atenção, e gosto mesmo desse jeito. Legal saber sobre as adaptações dele, deve ser bem interessante. Sua resenha empolgante me deixou ainda mais curiosa e gostaria de ler o quanto antes!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Patrícia, super curti o enredo.
    Que curiosidade para saber da surpresa inicial, hahaha.
    Bem, fiquei com vontade de conhecer, você conseguiu me prender na leitura da resenha, imagina como eu vou ficar com o livro de fato!
    Obrigada pela dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Deus do céu! Sei que disse que não é algo tão assustador, mas só com a capa já me deu vontade de sair correndo. Cruzes!!! A estória é interessante e chamativa, mas sinceramente não é minha praia, sou do tipo impressionista que qualquer coisa fica marcada... Gostei da resenha e acho que vou conhecer o livro somente através dela mesmo... Fiquei com medinho kkkkkkk.
    Bjs e até mais!

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/?m=0

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é baseado no Anime? Porque eu sei que tem um Anime com o mesmo nome, porém nunca assisti, só sei que minha amiga AMA e vive falando hahaha.
    Eu gosto de histórias de horror e parece que essa seria uma que gostaria de ler, já quero!

    ResponderExcluir
  5. Menina que doidera é esta? Como assim fingir que o guri (ou guria) não morreu??? Fiquei passada com a aprovação dos professores diante desta maluquice. Sem dúvida um enredo diferente. Vou deixar a dica aqui anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, ja tinha ouvido falar nesse livro como mangá e anime.Ate assisti ao anime e gostei bastante, meio tenso mas essa é a ideia. Uma ótima dica para quem gosta do gênero. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Patricia menina não conhecia o livro, mas logo de cara fiquei intrigada com a capa. E devido à sua resenha e opinião detalhada acabei ficando curiosa. Gosto de suspense com toques de terror. Enfim amei sua sugestão. Beijos

    Leituras,,vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  8. A capa já me deu um baita medo e as suas primeiras palavras sobre o horror do conteúdo, me fez entender que não é pra mim esta leitura. Mas fiquei bem curiosa, ainda mais com todo esse mistério!!!
    Obrigada por avisar sobre o spoiler na contra capa. Se eu vier a ler o livor, evitarei ler as sinopses.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Concordo com a Ivi em relação à capa, que logo de cara amedronta e nos mostra a que veio!
    A premissa é bem interessante e estou intrigada para saber mais tanto sobre a saúde de Koichi quanto aos acontecimentos na sala de aula com seus mistérios.
    Confesso que não sou de ler obras de horror, mas anotei a dica e espero conseguir terminar a leitura antes de morrer de medo rsrs

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conhecia essa história, mas fiquei encantada por ela depois da sua resenha! Também não sabia que foi adaptada várias vezes, vou procurar assistir, ainda mais por fugir desse grande clichê de fantasmas que temos. Ótima dica!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Começo esse comentário dizendo: que maldade Patricia, fiquei muito curiosa para saber o mistério que ronda esse livro e agora??? Bom terei que ler, por que gostei bastante dessa ideia dos alunos. Quem nunca assistiu a filmes com toque mistério e terror. Simplesmente adoro. Dica anotada.

    ResponderExcluir
  12. Que bom que ele vai além do clichê da fantasia e que foca mais na tensão, gosto de histórias do gênero assim, não gosto muito de nada muito esfregado na nossa cara, e sim daquela apreensão que sentimos durante a leitura, acho que esse é o verdadeiro terror.
    Não leria o livro apenas porque não sou muito chegada em nada no estilo oriental, mas apenas por isso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi

    Ual, me parece ser um livro muito bom de terror/suspense. Ainda mais por conquistar o leitor logo no prólogo. Eu não conhecia o livro e leio pouco literatura asiática, então fiquei bem interessada nessse livro e em sua premissa. :D

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Já vi o anime a um tempinho e achei sensacional. uma história super sinistra haha vou tentar ler o mangá.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor