terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Resenha: O voo da vespa - Ken Follet

O Voo da Vespa
Páginas: 416
Editora: Arqueiro

Sinopse
Freya é o nome da deusa nórdica do amor. Também é o codinome da mais recente invenção nazista, de acordo com uma mensagem interceptada pelas forças aliadas. A inteligência britânica desconfia que é graças a ela que os alemães estão conseguindo abater os bombardeiros ingleses a uma velocidade tão alarmante. Hermia Mount, uma analista do MI6, é recrutada para ajudar a descobrir qual é essa nova arma. Tendo morado a vida inteira na Dinamarca, ela possui contatos valiosos que poderão auxiliá-la em sua missão. Do outro lado do mar do Norte, numa ilha dinamarquesa ocupada pelos alemães, o estudante Harald Olufsen descobre uma instalação estranha dentro da base militar nazista. Ele não sabe o que é, mas não se parece com nada que já tenha visto, e ele precisa contar para alguém. Em Copenhague, o detetive Peter Flemming colabora com os alemães para desvendar quem está repassando informações de dentro do país nórdico para os aliados britânicos. Numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas três pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra - e da história.
Ficção / Literatura Estrangeira / Suspense

Resenha

Sempre ouvi falar muito bem dos livros de Ken Follet então resolvi ler um livro dele que não fosse tão grande quanto a trilogia do século para começar. Confesso que estava esperando uma narrativa um tanto mais rebuscada e arrastada e estava um pouco receosa, mas logo que iniciei a leitura me deparei com uma narrativa muito envolvente e me peguei terminando as 416 páginas em poucos dias.

A trama nos remete a segunda guerra mundial, tendo a Dinamarca como cenário principal, onde alguns dinamarqueses não ficaram nada contentes quando a Dinamarca se rendeu aos Alemães sem ao menos lutar e aí começou a se formar uma resistência que agia muita cautela ajudando os aliados na Inglaterra para descobrir qual máquina os Alemães estão usando para conseguir estar a frente dos bombardeios.

Os personagens são muito bem construídos, alguns farão o leitor morrer de amores e torcer muito, enquanto outros farão o leitor ter muita raiva. Teremos um vilão muito ardiloso que faz de tudo para se promover e se vingar dos seus desafetos.

O livro nos mostra até onde o ser humano é capaz de ir para salvar sua vida e de uma população, mostra também o maldade dentro de cada ser humano em uma situação de guerra. O fato de o livro ser baseado em fatos e pessoas reais deixa a trama muito mais real e nos emociona muito, todo o momento que eu lia o livro conseguia visualizar na minha mente com um filme.

Uma grande estória sobre coragem, espionagem e guerra. Recomendo muito para todos gostam desse tipo de leitura. Com certeza vou querer ler mais livros do autor.





18 comentários:

  1. Ken Follet! O Buraco da Agulha que li faz tempo ainda não me sai da memória. Com certeza vou procurar ler este.
    Obrigada pela dica! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem Dani?
    Eu li "O Voo da Vespa" ano passado quando a Arqueiro lançou uma nova edição e adorei o livro, adorei esse contexto da Segunda Guerra Mundial. Parabéns pela resenha e essa sua dica é muito boa.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu vejo os livros desse autor nas livrarias e nunca tive curiosidade em ler. Lendo sua resenha agora, já entendi o porquê. As capas são lindas, porém não conseguiria ler. Dessa vez, passo a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Também tinha pra mim que a escrita do Follet era arrastada, uma boa informação a sua. Só pelo fato de falar de guerra acredito que já me emocionaria, mas sabendo que é real... choraria com certeza. Dica anotada e em especial por saber que fluiu muito bem.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu sou fissurada em Segunda Guerra Mundial... Não me pergunte o porquê, eu apenas tenho uma fixação com esse acontecimento histórico e leio/assisto tudo o que posso a respeito disso
    Adorei saber que esse livro fala desse período tão escuro da vida humana. Mal posso esperar pra ler <3

    ResponderExcluir
  6. Vejo muita gente falar do autor, mas confesso que ainda não li nada do mesmo. Tenho uma certa curiosidade e confesso que sua resenha me deixou com ainda mais vontade. Vou anotar a dica.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  7. Ola,
    Confesso que não conhecia o livro, mas que pela sua resenha parece ser bem bacana, a premissa é legal também e você conseguiu descrevr bem em sua resenha e olha, amo muito livros que relatam uma vibe no periodo de guerras

    ResponderExcluir
  8. Ola Dani, eu tenho bastante curiosidade de ler os livros do Ken Follet, fique feliz que a escrita dele seja envolvente *-* Pelos seus comentários esse livro parece ter sido muito bem construído, espero ter a chance de lê-lo em breve *-*

    ResponderExcluir
  9. Que bom que vc leu esse autor e gostou, na realidade todos que o leem acabam ficando fãs. Ainda não li nada do autor pq não gosto muito de temáticas assim de guerra, além disso livros enorme me deixam com medo. Mas gostei de conhecer um pouco mais desse livro. Parabéns pela leitura e pela resenha.

    ResponderExcluir
  10. Mesmo parecendo ser uma história bem interessante não sei se leria, já ouvi falarem muito bem do autor. Foi bom conhecer a obra, ótima resenha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho um medo danado desse autor! Os livros dele são sempre calhamaço e eu, por não curtir muito aventura ou policial, fico com medo de ser uma leitura chata ou arrastada.
    Mas todos, assim como você, amam a história e eu fico assim, nessa, em cima do muro eternamente! huahuauha
    Adorei sua resenha e de saber sua opinião na leitura como um todo.
    vou anotar a dica! Quem sabe o dia eu perca o medo?!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. Oii
    Nunca li nada do autor e nem sabia sobre o que era seus livros. Mas confesso que o assunto Segunda Guerra Mundial me chamou muito a atenção. Já quero ler!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Oi Dani.

    Eu tenho muita vontade de ler este livro e sua resenha mostrou que realmente vale a pena e trama que ocorre na segunda guerra mundial sempre me deixa curiosa. Será uma ótima oportunidade para conhecer a escrita do autor, que ainda não conheço. Dica anotada e parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Já li um livro dele e realmente eu tinha essa impressão de ser difícil de ler mas acabou me agradando bastante. Gosto do conceito 'herói' de salvar toda uma população, é o tipo de história em que você torce até o final. Parece muito bom.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  15. Como assim eu ainda não li esse livro?!
    Que história! Já vou procurar por ele.
    Acho que você atingiu o verdadeiro objetivo das resenhas em blogs literários, despertou meu interesse em procurar pelo livro.
    Parabéns.
    Agora chega de conversa e eu vou ali comprar meu livro.
    Bjks

    ResponderExcluir
  16. Livros com essa trama sempre traz uma carga mais pesada e emocionante, parece ser muito bom e cheio de emoções e livros de fatos reais sempre nos figa né! Acho que é pelo fato de ter acontecido de verdade. Adorei conhecer um pouco mais desse livro.

    Beijos.

    http://sussurrandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Admiro muito o autor e gosto bastante do seu estilo, a única coisa que pesa é o tamanho das suas histórias, que não é um problema, só para quem não tem tempo mesmo, como é o meu caso! Esse livro tá na minha lista, vou ver se consigo realizar a leitura!

    ResponderExcluir
  18. Oi Dani!
    Eu tbm sempre leio elogios a Ken Follet, o homem é quase uma unanimidade entre leitores! Mas eu ainda não tive oportunidade de ler nada dele, os calhamaços são enoooooormes! Entretanto sua resenha me deixou bastante curiosa, quero ler assim que tiver um tempinho.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor