quarta-feira, 9 de maio de 2018

Resenha: A mulher na janela - de A.J. Finn

A Mulher Na Janela
Páginas: 352
Editora: Arqueiro
Sinopse:
Não é paranoia se está realmente acontecendo.
Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se muda
m para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.
Ficção / Literatura Estrangeira / Suspense e Mistério
Resenha

Eu gosto muito de thrillers psicológicos e estou sempre de olho nos lançamentos e quando a nossa parceira editora Arqueiro anunciou esse lançamento logo me interessei, mesmo pensando que pudesse ser parecido com o livro A garota no trem e embora uma coisa ou outra lembre, A mulher na janela tem seu próprio brilho.


Ao ler o primeiro parágrafo já fui sugada para dentro da estória e não conseguia mais parar de ler, encontrei uma narrativa em primeira pessoa de uma protagonista nada confiável. 

A trama se passa toda no presente, em um intervalo de tempo de pouco menos de 1 mês, onde iremos acompanhar o dia a dia de uma pessoa que sofre de agorafobia e não consegue sair de casa há 10 meses. Para ajudar nas compras Anna alugou seu porão por baixo preço e em troca de favores do seu inquilino. Sua rotina diária então é compartilhar seu apartamento com um gato, ver filmes antigos, conversar pela internet com pessoas que tem o mesmo problema dela e ficar olhando a vida dos seus vizinhos pela janela com o zoom de sua câmera. Até que um dia uma nova família se muda, e o filho adolescente vai parar na sua porta à pedido da mãe, com um presente em demonstração de simpatia com a nova vizinha.
"Observar é como fotografar a natureza: a gente não interfere no que está vendo."
O que já é de se esperar Anna irá presenciar um assassinato através da sua janela e entra em pânico. Mas,quando ela pede ajuda, é que a trama começa a pegar fogo. E a cada página virada o leitor fica mais confuso sem saber até onde a mente da protagonista está perturbada, sem saber em quem ou em quê confiar.
"Alguns têm pavor de gente, outros, da desordem do trânsito. Para mim, o problema está na vastidão do céu, na desmesura do horizonte, no simples fato de estar exposta à pressão acachapante da vida ao ar livre."
Ao longo da trama vamos descobrindo alumas coisas que nos deixam mais desconfiados do estado mental da protagonista até chegar o grand finale, que foi de arrepiar. A autora conseguiu fechar com chave de ouro. Simplesmente amei cada momento do livro. 

Recomendo a todos que curtam thrillers psicológicos.


Sobre o autor:

Formado em Oxford, A.J. Finn é ex-crítico literário e já escreveu para diversas publicações, incluindo Los Angeles Times, The Washington Post e The Times Literary Supplement. A Mulher Na Janela, seu primeiro romance, foi vendido para 36 países e está sendo adaptado para o cinema numa grande produção da 20th Century Fox. Natural de Nova York, Finn viveu por dez anos na Inglaterra antes de voltar para sua cidade natal, onde mora atualmente.



E a grande novidade é que o livro será adaptado para as telonas e já temos a protagonista. 
Amy Adams!!


4 comentários:

  1. Quero tanto ler esse livro, não imagina o quanto e a cada nova resenha essa vontade aumenta. Fico pensando se o que Anna viu realmente aconteceu ou se é apenas fruto da imaginação de alguém tão debilitada como ela. E esse final de arrepiar... preciso ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eita que todos estão elogiando esse livro e a cada resenha positiva fico com mais vontade de ler o mesmo.
    E sobre o filme quero ver, com certeza!!!!
    Parabéns pela leitura e pela resenha que me deixou mais curiosa ainda. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, vontade de ler um pouco de ficção, fiquei curiosa com esse livro. Achei interessante essa coisa de ficar espionando as pessoas e de repente alguma te chamar mais atenção. Dica anotada
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Estou louca para ler esse livro, amo esse estilo de livro e pela sua resenha, eu acredito que realmente vou curtir muito!!!

    ResponderExcluir

Vamos ficar super felizes com seu comentário.
Já estamos até sentindo sua falta!
Volte logo tá?
Bjão
Equipe Cia do Leitor